quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Ian Howard Marshall (1934-2015): Um Tributo, por Craig Blomberg





Apesar de já decorrido quase um ano do falecimento do Dr. I. H. Marshall, vale a pena conferir o conciso tributo prestado pelo Dr. Craig Blomberg a esse tão célebre teólogo metodista. [nota do tradutor]

* Tradutor: Wesiley Monteiro

O Professor I. H. Marshall, ou Howard, como era conhecido por seus amigos, partiu para estar com o Senhor no sábado, 12 de dezembro [2015], exatamente um mês antes de completar 82 anos de idade. Ele tinha acabado de ser diagnosticado com câncer de pâncreas.
Eu conheci Howard no outono de 1979 como estudante calouro de doutorado na Universidade de Aberdeen [Escócia], onde ele ensinou durante sua carreira profissional inteira. Ele já tinha se destacado por publicar sua própria tese de doutoramento em AberdeenKept by the Power of God: A Study of Perseverance and Falling Away[i], uma década antes, juntamente com uma obra significativa sobre Lucas, Luke: Historian and Theologian[ii], um comentário considerável sobre o Evangelho de Lucas[iii], o volume sobre as Epístolas de João que integrou a Série NICNT[iv], manuais proveitosos sobre o Jesus histórico[v] e sobre Cristologia no Novo Testamento[vi], e editara ainda uma importante coleção de ensaios sobre a interpretação do Novo Testamento[vii].
Ele continuaria a escrever mais de trinta livros, incluindo compactos comentários sobre Atos[viii], Filipenses[ix] e 1ª Pedro[x], um trabalho de tamanho médio sobre 1ª e 2ª Tessalonicenses[xi], e o maior deles, o volume revisado sobre as Epístolas Pastorais integrante da Série ICC[xii]. Seu livro Teologia do Novo Testamento ganhou o prêmio medalha de ouro dos editores cristãos[xiii]. Seus menores livros, Last Supper and Lord’s Supper[xiv], Biblical Inspiration[xv] e Aspects of the Atonement[xvi], revelaram-se, todos, cruciais para inúmeros leitores nessas matérias. Ele estava esperando concluir ainda o Comentário de Romanos da série Two Horizons New Testament Commentary [Comentário Dois Horizontes do Novo Testamento], quando a sua saúde ficou debilitada.
Howard orientou um extraordinário número de doutorandos ao longo dos anos, provavelmente em torno de setenta ou oitenta, e ainda se colocou à disposição de outros, caso não recebessem feedback suficiente de seus colegas orientadores. Alguns de seus alunos diplomados mais conhecidos no Ocidente incluem Grant Osborne[xvii], Bill Mounce[xviii], Darrell Bock[xix], Eckhard Schnabel[xx], Phil Towner[xxi], Joel Green[xxii], Clint Arnold[xxiii] e Mark Strauss[xxiv]. Mas muitos vieram de todos os continentes para estudarem com ele e prosseguiram igualmente com ministérios importantes, ainda que menos conhecidos, em outros lugares. Uma antologia de artigos publicada em 2010 a respeito da teologia das cartas pastorais, Entrusted with the Gospel[xxv], contém um panorama magistral de Howard acerca da recente literatura que lhes é relacionada, juntamente com capítulos escritos predominantemente por doutores formados em Aberdeen que se dedicaram a essas epístolas sob a orientação dele.
Todos os alunos de Howard testemunharam sua preocupação pessoal com eles, enquanto indivíduos, bem como com suas famílias, se casados. Ele também sabia como se entreter em contextos sociais. Minha recordação favorita é de Joyce, sua primeira esposa, e ele, ensinando a nós estrangeiros como dançar a Scottish ceilidh. Minha segunda lembrança favorita é sua leitura de 2º Reis 4.38-41, durante a qual presumia ser uma breve devoção antes de um jantar com pratos compartilhados pelos estudantes e suas famílias (potluck dinner). Felizmente, tal como depois que Eliseu operou o milagre, não havia “morte na panela” naquela noite!
Muitos se lembrarão de Howard como um proeminente defensor do Cristianismo evangélico no mundo acadêmico, ainda que nunca adotasse alguma “linha partidária” a menos que fosse completamente convencido pelas evidências. Nesse sentido, foi sucessor de F. F. Bruce, inclusive assumiu a liderança de muitas das mesmas organizações, como Bruce o fez – especialmente da Tyndale Fellowship [Fraternidade Tyndale], da Fellowship of European Evangelical Theologians [Fraternidade de Teólogos Europeus Evangélicos] e da Studiorum Novi Testamenti Societas [Sociedade de Estudos do Novo Testamento].
Outros recordarão seu compromisso de longa data com a Igreja Metodista Crown Terrace em Aberdeen e, de um modo mais amplo, com a tradição wesleyana, ou com a defesa do igualitarismo antes de se tornar mais difundido. Em um mundo em que alguns parecem equiparar o calvinismo[xxvi] ou o complementarianismo com o verdadeiro evangelicalismo, ele amparou aqueles que tinham perspectivas diferentes, apesar de manter igualmente uma elevada visão da Escritura.
Tende-se a dizer da maioria das pessoas que falecem aos 81 anos de idade que elas tiveram uma vida longa e boa. Essa idade, afinal, ainda está ligeiramente acima da média do tempo de vida do homem no mundo ocidental. Para quem conhecia e amava a Howard foi demasiadamente breve, para a nossa causa, do Reino e dele próprio. Sabemos que ele está desfrutando de sua bem merecida recompensa celestial, contudo estamos mais pobres por aqui. Howard, dance, por nós, agora, tantas ceilidhs quanto deseje, e reserve para nós lugares, para quando chegar a nossa vez de nos unirmos a ti!

                 



[i] Kept by the Power of God: A Study of Perseverance and Falling Away [Guardado pelo Poder de Deus: Um Estudo da Perseverança e da Apostasia] (Wipf & Stock Pub, 2008; originalmente Epworth Press, 1969; Paternoster Press, 1995).

[ii] Luke: Historian and Theologian [Lucas: Historiador e Teólogo] (InterVarsity Press, 3ª ed. 1998; originalmente Paternoster Press, 1970).

[iii] The Gospel of Luke - New International Greek Testament Commentary [O Evangelho de Lucas - Novo Comentário Internacional do Testamento Grego] (Eerdmans, Paternoster Press, 1978, 928p.).

[iv] The Epistles of John – The New International Commentary on the New Testament [As Epístolas de João – O Novo Comentário Internacional sobre o Novo Testamento] (Eerdmans, 1978).

[v] I believe in the historical Jesus [Eu creio no Jesus Histórico] (Regent College Publishing, 2001; originalmente, Hodder & Stoughton, 1977).

[vi] The Origins of New Testament Christology [As Origens da Cristologia do Novo Testamento] (InterVarsity Press 2ª ed. 1990; originalmente, Inter-Varsity Press, 1976).

 

[vii] New Testament Interpretation: Essays on Principles and Methods [Interpretação do Novo Testamento: Ensaios sobre Princípios e Métodos] (Wipf & Stock Pub, 2006; originalmente, Paternoster Press, 1977).

 

[viii] Atos: Introdução e Comentário – Série Cultura Bíblica (Vida Nova, 1982; originalmente, Tyndale New Testament Commentaries - Inter-Varsity Press, 1980).

[ix] The Epistle to the Philippians (Epworth Commentary Series) [A Epístola aos Filipenses] (Epworth Press, 1992).

 

[x] 1 Peter - IVP New Testament Commentary Series [1ª Epístola de Pedro – Série Comentário do Novo Testamento IVP] (InterVarsity Press, 1991).

 

[xi] 1 e 2 Tessalonicenses - Introdução e Comentário – Série Cultura Bíblica (Vida Nova, 1984; originalmente, New Century Bible Comentary - Marshall, Morgan &​ Scott, 1983).

[xii] The Pastoral Epistles – International Critical Commentary [As Epístolas Pastorais – Comentário Crítico Internacional] (T&T Clark, 1999, 2ª ed. 2004, 912 p.).

[xiii] Teologia do Novo Testamento: diversos testemunhos, um só Evangelho (Vida Nova, 2007; originalmente, InterVarsity Press, 2004). A obra foi agraciada, em 2005, na categoria obra de referência, com o Gold Medallion Book Award/The Evangelical Christian Publishers Association [Prêmio Livro Medalha de Ouro concedido pela Associação de Editores Cristãos Evangélicos].

 

[xiv] Last Supper and Lord's Supper [A Última Ceia e a Ceia do Senhor] (Paternoster Press, 1980).

[xv] Biblical Inspiration [Inspiração Bíblica] (Paternoster Press, 1982).

[xvi] Aspects of the Atonement: Cross and Resurrection in the Reconciling of God and Humanity [Aspectos da Expiação: Cruz e Ressurreição na Reconciliação de Deus com a Humanidade] (Paternoster Press, 2007).

 

[xvii] Grant R. Osborne é professor de Novo Testamento no Trinity Evangelical Divinity School (Illinois). Algumas de suas mais importantes obras são: The Resurrection Narratives: a redactional study [As Narrativas da Ressurreição: um estudo da redação] (Baker, 1984); A Espiral Hermenêutica: uma nova abordagem à interpretação bíblica (Vida Nova, 2009); 3 Perguntas Cruciais sobre a Bíblia (Vida Nova, 2014); Apocalipse: comentário exegético (Vida Nova, 2014). Foi um dos editores da Série The Life Application Bible Commentary, bem como editor da série The IVP New Testament Commentary [O Comentário do Novo Testamento da InterVarsity Press], para a qual também contribuiu com o comentário de Romanos (2004). Atualmente, produz a Série Osborne New Testament Commentaries.

 

[xviii] William D. Mounce é um notável estudioso do Grego do Novo Testamento. Duas de suas principais obras são: Fundamentos do Grego Bíblico - Gramatica e Livro de Exercícios (Vida, 2009); Léxico Analítico do Novo Testamento Grego (Vida Nova, 2013).

 

[xix] Darrell L. Bock é um reconhecido professor pesquisador de estudos do Novo Testamento do Dallas Theological Seminary (Texas). Suas obras em português incluem: Jesus Segundo as Escrituras: introdução e comentário aos Evangelhos (Vida Nova, 2006); Unidade na Diversidade (Vida); O Milênio: três pontos de vista – (editor, Vida); O Servo Sofredor: a interpretação de Isaías 53 nas teologias judaica e cristã (organizador, Cultura Cristã); Quebrando o Código Da Vinci (Novo Século, 2014).

[xx] Eckhard J. Schnabel é Distingueshed Professor de Novo Testamento no Gordon-Conwell Theological Seminary (Massachusetts). Além de obras publicadas em alemão, seus livros em inglês incluem: The Book of Acts: Zondervan Exegetical Commentary on the New Testament (Zondervan, 2011); Paul the Missionary: Realities, Strategies, and Methods [Paulo, o Missionário: realidades, estratégias e métodos] (InterVarsity Press, 2008); Early Christian Mission, Vol. 1: Jesus and the Twelve, Vol. 2: Paul and the Early Church [A Missão Cristã Primitiva: Jesus e os 12; Paulo e a Igreja Primitiva] (InterVarsity Press, 2004). É um dos contribuintes para o Dicionário de Paulo e suas Cartas (Vida Nova, Paulus, Loyola, 2008).

[xxi] Philip H. Towner é deão do Nida Institute for Biblical Scholarship (New York), comentarista bíblico e tradutor bíblico. Entre seus comentários, pode ser citado: The Letters to Timothy and Titus – The New International Commentary on the New Testament [As Cartas a Timóteo e Tito - O Novo Comentário Internacional sobre o Novo Testamento] (Eerdmans, 2006).

[xxii] Joel B. Green é Deão da Escola de Teologia e Professor de Interpretação do Novo Testamento no Fuller Theological Seminary (California). Além de publicar numerosas obras de destaque, ele foi designado como editor geral da série The New International Commentary on the New Testament [O Novo Comentário Internacional sobre o Novo Testamento], para a qual contribuiu com o comentário ao Evangelho de Lucas. Foi o editor geral da premiada obra Dictionary of Jesus and the Gospels: a Compendium of Contemporary Biblical Scholarship [Dicionário de Jesus e dos Evangelhos: um compêndio da erudição bíblica contemporânea] (IVP, 2ª ed. 2013).

[xxiii] Clinton E. Arnold é um estudioso do Novo Testamento e deão da Talbot School of Theology (California). É o editor geral da série Zondervan Exegetical Commentary on the New Testament [Comentário Exegético Zondervan sobre o Novo Testamento], para a qual contribuiu com o comentário à Epístola aos Efésios.

 

[xxiv] Mark L. Strauss é professor de Novo Testamento no Seminário Betel (Minnesota). É o editor da série Teach the Text Commentary [Comentário Expositivo] da Editora Baker Book. É coautor com Gordon Fee da obra How to Choose a Translation for all its Worth: A Guide to Understanding and Using Bible Versions. [Como escolher uma tradução por todo o seu valor – um guia para entender e usar as versões da Bíblia] (Zondervan, 2007).
[xxvi] Howard Marshall contribuiu para a obra Graça Para Todos: a dinâmica arminiana da salvação, editada por Clark Pinnock e John Wagner (Editora Reflexão, 2016), com o artigo Predestinação no Novo Testamento. Outros textos de Marshall traduzidos para o português, nos quais assume a posição soteriológica arminiana pode ser encontrado aqui  http://www.arminianismo.com/index.php/categorias/diversos/artigos/77-i-howard-marshall?highlight=WyJtYXJzaGFsbCJd e aqui http://deusamouomundo.com/eleicao/por-todos-meu-salvador-morreu-por-todos-1/



Nenhum comentário:

Postar um comentário